Falta ao menos um serviço básico a 60% da população