Bolsonaro dá aval à negociação entre Embraer e Boeing

Polícia de SC vai realizar testes toxicológicos rápidos em abordagens na rua
11 de janeiro de 2019
Gasolina atinge menor preço médio desde agosto em Joinville
11 de janeiro de 2019

Com um tuíte no qual informava que “a União não se opõe ao andamento do processo”, o presidente Jair Bolsonaro aprovou a fusão entre Boeing e Embraer. Era o que faltava para o acordo, que cria uma nova empresa de aviação no Brasil. Foi a primeira medida concreta da agenda liberal do novo governo, afastando dúvidas sobre a associação das empresas que haviam sido levantas pelo próprio presidente.