PF apura se excesso de água rompeu barragem

Auditores Fiscais fazem protesto para manter privilégio
8 de fevereiro de 2019
A cada 3 dias, uma criança é ferida por arma em casa
8 de fevereiro de 2019

A Polícia Federal investiga o acúmulo anormal de água e a falha na drenagem como principais causas do colapso da barragem de Brumadinho (MG). A PF quer acesso aos dados de um radar, que monitorava o local em tempo real, e de sensores da Vale. As informações são consideradas peças centrais sobre a tragédia, que até ontem contava 157 mortos e 182 desaparecidos.