Prefeito de Florianópolis é solto após prestar depoimento

Familiares de vítimas do acidente da Chapecoense pedem ajuda no Senado
19 de junho de 2019
Comissão que examinará crise no Presídio Regional já tem dois nomes
19 de junho de 2019

O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (sem partido), preso na Operação Chabu, da Polícia Federal, foi liberado na noite desta terça-feira (18) depois de prestar depoimento. O desembargador Leandro Paulsen, do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4), que determinou a prisão temporária, mandou que o politico seja afastado do cargo de prefeito por 30 dias.

A operação investiga a violação de sigilo de operações policiais em Santa Catarina envolvendo políticos, empresários, e servidores da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Os motivos da prisão do prefeito, ocorrida na manhã desta terça, não foram informados. Em coletiva na noite desta terça, Loureiro afirmou que é inocente, que se sente injustiçado e que vai tentar revogar na Justiça a determinação do afastamento da função de chefe do Executivo municipal. Falou ainda que foi liberado porque a PF não viu indícios para mantê-lo preso. A assessoria do TRF4 disse que o desembargador concedeu ao delegado a possibilidade de relaxamento da prisão.