Assinatura eletrônica

Mirante tem estrutura interditada para manutenção de antenas em Joinville
4 de dezembro de 2019
Polícia Civil faz operação contra empresários e servidores suspeitos de desvios na Celesc
5 de dezembro de 2019

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por quatro votos a três, autorizar o uso de assinaturas eletrônicas – em vez de assinaturas em papel – para a criação de um partido político.

A maioria entendeu, no entanto, que a modalidade só será aceita depois que o TSE estabelecer regras, ou seja, regulamentar a questão.

Para isso, será necessária a aprovação de uma resolução pelo plenário do tribunal, em sessão ainda sem data prevista. Por essa razão, não é possível afirmar que as regras estarão em vigência nas eleições de 2020.