Feira virtual de adoção do Centro de Bem-Estar Animal de Joinville agora é permanente

Agenda de vacinação para gestantes e puérperas dos grupos prioritários é aberta
8 de junho de 2021
Com 316,7 mil testados, Joinville chega a 89,9 mil casos
10 de junho de 2021

Após o sucesso conquistado desde o seu lançamento, a feira virtual “Adote um Amigo”, realizada pelo Centro de Bem-Estar Animal de Joinville (CBEA), será realizada de forma permanente. A iniciativa está garantindo novos lares a cães e gatos vítimas de maus tratos ou acidentes e proporcionando aos tutores a alegria da companhia dos animais.

As pessoas interessadas em adotar um “amigo pet” devem preencher o formulário eletrônico disponível no site da Prefeitura de Joinville (http://bit.ly/feiraadoteumamigo). No link, é possível conhecer os animais que aguardam por um novo lar.

Após a inscrição, os candidatos podem visitar o CBEA para conhecer pessoalmente e se adaptar com os animais, com a orientação da equipe de cuidadores da unidade. As visitas podem ser agendadas de segunda-feira a sábado, das 10h às 16h.

Ao optar pela guarda responsável, o tutor assume a responsabilidade de cuidar do animal em todas as etapas da vida, com princípios básicos de saúde física e mental, que incluem desde cuidados com alimentação adequada, alimentação, higiene, vacinação, cuidados veterinários, além de carinho e atenção.

Os animais recolhidos pelo CBEA recebem acompanhamento veterinário, passam por exames, recebem microchip, são castrados e vacinados. Além disso, são animais adultos, educados pelos profissionais da unidade, sem vícios, com hábitos de higiene já definidos, comportamento e personalidade conhecidos.

Entre os cães e gatos disponíveis para adoção no CBEA, há animais de pequeno, médio e grande porte, com perfis adequados para viver em diferentes espaços e ambientes.

Como critério para a adoção, o CBEA avalia o tipo de moradia do tutor interessado para verificar se o ambiente é compatível com o animal desejado, principalmente em relação aos de porte maior.

Outra dica da equipe, é que as pessoas que residem em apartamento verifiquem o regulamento do condomínio antes de adotar o bichinho. No mais, as exigências são “amor e respeito pelo animal”, recomenda a gerente do CBEA, Marisa Fock.